Criando um relacionamento com o baralho de Tarot de Marselha

Inicial » Criando um relacionamento com o baralho de Tarot de Marselha

Pelo fato de as imagens do tarot serem muito antigas (milênio)  e tão profundamente conectadas com os padrões  mais íntimos do desenvolvimento humano, as cartas merecem respeito.

Não são brinquedos, são como imagens sagradas, não porque sejam sobrenaturais, mas porque, como uma peça de grande arte ou literatura, elas refletem os nossos mais profundos conflitos, necessidades e aspirações. Os que desejam trabalhar e explorar o potencial criativo das cartas precisam, portanto, cultivar uma atitude de respeito em relação à dimensão arquétipa da vida que elas representam, e isso se traduz na vida com  respeito pelo mundo simbólico, do qual as cartas são representativas.

Portanto, as cartas devem ser preservadas na ordem numérica e guardadas de forma especial, enroladas em tecido limpo,  num local próprio, para que sejam usadas sempre que necessário.  Esta é uma forma de começar a desenvolver uma relação de cuidado e respeito com as cartas, com o oráculo.

Tradicionalmente, o tarot era enrolado em seda preta, considerada cor neutra, o mantendo livre de vibrações tanto negativa como positiva. Mas cada um deve intuir a cor do tecido ou saco de tecido melhor para guardar as cartas. Eu não gosto de preto, uso cores claras sempre.

Como num ritual religioso, o hábito de guardar as cartas enroladas em seu  local apropriado, torna-se um importante foco de concentração, creia-se ou  não em vibrações. É um símbolo de um local único e valioso onde as cartas ficam, tendo como princípio  a importância das suas imagens.

Por isso, sempre peço aos meus alunos para criar o ‘ Cantinho do Tarot’.

Taróloga e Professora Ceiça Monteiro: 

Sou professora por formação, cursei faculdade de Letras – português e inglês. Trabalhei como secretária executiva bilíngue por mais de 30 anos. Dei aulas de inglês em um colégio estadual do Rio de Janeiro, onde ingressei através de concurso público. Há mais de 15 anos me dedico ao estudo do Tarot de Marselha.

Atualmente, dou aulas particulares de tarot ou para grupos. Atendo individualmente pessoas interessadas no jogo e nas previsões do tarot sobre amor, família, trabalho finanças e mais.

Investimento:

Jogo e Previsões: R$ 175,00 à vista
Curso de Tarot: R$ 450,00 à vista

Como agendar uma consulta? 

Entrar em contato com Ceiça Monteiro pelo número: (21) 99572-4445
ligação ou mensagem no WhatsApp

Local: Cosme Velho, Zona Sul, Rio de Janeiro

Saiba mais em: https://www.tarotrj.com/

Cuidados com o baralho de Tarot e procedimentos para uso

2 comentários em “Criando um relacionamento com o baralho de Tarot de Marselha”

  1. Bárbara Magalhães

    Tema muito oportuno que demonstra como lidar com as cartas de forma respeitosa assim como comunicar-se com o plano astral da mesma maneira. Gosto imensamente de ler seu blog. Acabei de fazer uma aula muito rica com a Ceiça, e fica muito clara essa relação. Curso impecável e muito interessante. Da vontade de fazer sempre, de tão enriquecedor que é. Para Tarologos e aspirantes é imperdível!!

    1. Taróloga Ceiça Monteiro

      Olá querida Bárbara,

      Obrigada por estar sempre presente no blog, em dia com os textos e comentando.
      É uma aluna excelente, muito interessada e acrescenta muito. Tenho enorme prazer em rever meus alunos nas aulas práticas de reforço de formas de jogo, compartilhando conhecimento, tirando dúvidas e aprendendo também com vocês.

      Bjs,
      Ceiça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do site Tarot RJ, criado pela taróloga Ceiça Monteiro para compartilhar conhecimentos com os amantes do Tarot de Marselha.

Rolar para cima